19/03/2015

Porque te sinto tão (A minha) próxima...

Da minha ronda diária pelos blogs, ontem saquei esta gaja do A vida, o amor e as vacas,


e não é que fiquei presa de paixão, assim logo à bruta, à primeira vista, à segunda vista, uma coisa de não me deixar dormir, aquaisi (aliás, nem dormi como deve ser, tamanha era a ânsia por que chegasse a manhã), todo este desassossego drivados da simples roupicha que a... como é que ela se chama?, oh, yes, just like me and all my generation, Maria enverga, coisa tão simples e tão fácil de copiar, pelo que hoje vai, ou foi, de enfarpelar indumentária semelhante. 

Ficámos quase iguais, Maria and I. Tipo diferenças de pormenor de somenos.

Já a escolha da mala foi altamente tortuosa, coisa para me estragar o dia, pois se pouco ou nada tenho variado entre a amarelinha e a preta e branca de coraçõezinhos e ursos - mas recuso-me a tentar perceber, vá-se lá fazer um esforço para perceber as mulheres, que ainda se tem uma desinteria intestinal, ainda bem que nasci mulher, que inferno que eles passam, algum dia aturava uma mulher uma semana da minha vida, quanto mais toda a vida, é só fanicos, é só dramalhões, é só pré, e durante e pós menstru e meno, não há cu que aguente -, por que é que não tenho dado rodagem às outras oito -, isto, se nos focarmos apenas nas boazonas da Tous, esquecendo que já tive épocas de outras paragens, antes de aterrar de cabeça, escavaquei-me toda, nas malinhas dos ursinhos e dos coraçõezinhos, que quereis?, se há em mim uma criança, brlá-brlá-brlá. Só vos digo que acabei optando pela amarelinha, mas apenas porque se me escureceu a alma tão fundo, de falta de azul, de me lembrar destes dois amores que lá deixei outro dia na montra, a rirem-se para mim, pareciam mesmo o Marco, minhas queridas, vais-te embora, mamã, não me deixes aqui, adeus, mamã, pensaremos em ti, eu a chorar para elas, não foi bonito de se ver, é que nem consigo decidir de qual eu gosto mais, como aqueles dois amores do outro encaracolado, e estas nem são uma morena e a outra loira, são as duas boas cumó milho, e faziam de mim a gaja mais gaja da minha rua, que é um beco de três prédios.




É ou não é uma crueldade o outfitezinho da Maria-não-sei-das-quantas sem uma destas grandes fofonas a acompanhar, qual bife com batatinhas fritas? É que nem o ovo a cavalo lhe faltava.

Ai que nervos, sou tão chique.
E pelintra. 
Genitais.

10 comentários:

  1. Que lindas. Gosto mais da segunda, sou mais de sacos :) Adoro a Tous.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também gosto mais da segunda, mas não dizia que não à outra :)
      Também eu adoro, tem malas lindas!

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Hah, não viesses cá tu vingar-te da dor da corno com que ficaste do podres da bom do pai da capa da Pais e Filhos, muáháháhá!
      E eu vi lá miúda. Vi foi a roupa, que é um estalo :P

      Eliminar
    2. Não foi vingança mas sim constatação.
      Também vi a roupa mas ... em segundo plano ;-)

      Eliminar
  3. Devias ter colocado uma foto com a indumentária. E já agora em pose semelhante! Isso é que era de gaja com genitais! :-P

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha, tu não venhas para aqui com essas provocações, que eu não me fico :P

      Beijos

      Eliminar
    2. TssTss...isso é só garganta :-P

      Beijos

      Eliminar
    3. Crrr... Tu queres é show off :P

      Beijos

      Eliminar