02/08/2015

Mas ninguém cala este homem?

Semana após semana, aturo-lhe os dislates. 
Não sou eu quem compra o jornal Sol, porque, se fosse, já não era há muito tempo. Não me apetece continuar a dar dinheiro para um jornal dirigido por esta pessoa.

Revista Tabu, p. 73 (jornal Sol, esta semana)

Depois das tristes (para ele) opiniões que emitiu acerca da vida privada da jornalista Marta Leite de Castro (verborreia que o jornal já retirou da sua página, quanto mais não seja pela celeuma que levantou), e, posteriormente, da actriz Alexandra Lencastre (em que só faltou incitá-la ao suicídio — alô, Zé, isso é crime, previsto e punido pelo Código Penal português!), continua a escrever alarvidades como estas que aqui vos deixo, numa lamentável e indesculpável confusão entre direitos dos cidadãos (constitucionalmente consagrados) — caso do casamento, que pode ser celebrado com quem se quiser, desde que não haja qualquer impedimento de um dos cônjuges, sendo que um deles já não é a igualdade do sexo com que nasceram —, com a prática de alguns crimes — como o são os insultos ao Presidente da República. Tudo no mesmo saco, tudo pecaminoso, tudo fazendo a democracia (pergunto-me se JAS conhece o significado do termo) morrer, por corrosivo e desagregador
Isto parte de um homem que se diz de esquerda. 
De que lado estarei eu, então?
E, já agora, qual é o problema deste senhor com as mulheres? O fogo do inferno?

Este, assim mesmo:


Frollo dos genitais.

24 comentários:

  1. Esse senhor de esquerda não tem nada. Nem disfarçar sabe. Gostei muito da tal linha da democracia. Ele claramente está do lado que devia sofrer penalização.

    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem esquerda, nem direita mais radical (pelo menos, a que a nossa Constituição admite). Isto é um hamas. Nem quero imaginar o que é acordar todos os dias ao lado de uma pessoa assim. Não diz coisa com coisa.

      Bjs

      Eliminar
  2. José António Saraiva, um homem de esquerda? Quem te disse isso enganou-te. Este gajo é das coisas mais reaccionárias que existe.
    Achas que se o fosse, a Newshold, empresa liderada por Álvaro Sobrinho, lhe dava guarida?
    Saraiva não presta. Assim está bem, a melhor definição para o director do tal SOL que não é para todos.
    Estará assim explicado o que o pasquim tem publicado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha que eu não acho o Sol um pasquim. Acho que se lê muito bem, tem é que se saltar as páginas do JAS.
      Por exemplo, amo de paixão o Luís Osório. Tudo o que ele escreve se escreve.

      Eliminar
    2. Luis Osório tem a mente aberta, é outra 'loiça'. No jornalismo já dirigiu um jornal e uma estação de rádio. Foi autor de programas de televisão e publicou quatro livros. além disso, encenou uma peça de teatro e realizou documentários.
      Talvez, quase de certeza, 'tocado' pelo facto do pai, José Manuel Osório, ter sido portador do VIH durante muito tempo. Tanto que era considerado o mais antigo português com a doença da qual viria a falecer em Agosto de 2011.

      Eliminar
    3. Eu sinto uma grande afinidade com ele, se calhar porque fizemos um percurso académico pelos mesmos lugares. E percebo tudo o que ele escreve, mesmo quando o faz metaforicamente.
      Lembro-me perfeitamente do pai dele. Mas acho que a forma como ele escreve não é apenas influenciada pelo pai que teve. Aquilo é um dom.

      Eliminar
  3. Olá LB !

    Pobre Mãe Maria Isabel ,pobre Pai António e pobre Tio José Hermano.
    Até mete dó .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, José!

      A mim, ninguém me garante que eles pensassem de forma diferente, e que ele não tenha um problema educacional.
      E, na verdade, só papa quem quer, as tortas letras do senhor.

      Eliminar
  4. Não, LB !

    "é como comparar batatas com laranjas" ,onde é que já vi / ouvi isto ?
    :) :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não fui eu que disse, de certeza! :)

      Eliminar
  5. Ele tem direito à opinião dele, por mais idiota que seja.
    Repara que se ele não escrevesse aquilo tu também não poderias fazer este post tão belo :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vês poesia em meu post, Jedi? :P
      O que eu não lhe perdoo é que ele meta no mesmo saco direitos e crimes. Ele é arquitecto, jornalista, director de jornal. Há confusões que são imperdoáveis. E as opiniões pessoais dele, para além de não interessarem a ninguém, são lamentáveis, num estado social de direito.
      :P

      Eliminar
    2. Mas repara, ele tem que meter tudo no mesmo saco, porque os sacos agora são mais caros e maiores. Tem que se aproveitar :P

      Eliminar
    3. O saco da ignorância, que é enorme, e onde tudo cabe? Será azul, esse saco? :P

      Eliminar
    4. Tu também és azul :P

      Eliminar
    5. Mas a mim ninguém me mete num saco, que eu não sou a Laura Palmer :P

      Eliminar
    6. :P :P

      (será caso para dizer "Mas ninguém cala esta mulher?")

      :P

      Eliminar
  6. Se nao o conseguem calar pelo menos q deixem de lhe dar tempo de antena...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas se ele dirige um jornal, que está nos 5 mais lidos do país... escreve o que lhe vem à cabeça, e vende na mesma. É inacreditável que um homem, que não é um velho, tenha uma cabeça tão cinzenta.

      Eliminar
  7. 67 anos ?
    Velho ?
    Antiguidade ! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas, se me dissesses que era um senhor de 80 anos, ok. Outros tempos, outra educação.
      Está bem, que já era um homem feito quando foi a revolução, mas passaram 41 anos, que é só a maior parte da vida dele. E é uma pessoa com acesso a horizontes que nunca podem ser tão estreitos quanto isto. Não vive lá nos montes, isolado, a apascentar cabras todo o dia. Não tem desculpa.
      :)

      Eliminar