09/04/2015

Por estes dias

Tenho dias de introspecção, também. Isto é capaz de ter a ver com a natureza feminina: deliciosa - delicada, porém insidiosa - e cruel: para nós, crua e infiel. É tão bom, mas às vezes farto-me de ser mulher. Mais valia ser bicho-da-seda.
Ontem inventei uma palavra, que é encasulamento. Também dá verbo. Gostava tanto de poder encasular, de vez em quando. Num casulo azul, como uma vez vi um bicho a fazer. 
Também há outros dias em que precisava de introspectar e a vida não me dá tempo.
Muitas vezes, é o próprio tempo (o clima) que me determina algumas moods.
Estou farta de nuvens.
Preciso de azul.

Ponho-me no meu lugar, para me ver, vista por fora, e nem sempre percebo aquilo que vejo.
Ponho-me no meu lugar, para perceber o que é que os outros veem, e nem sempre gosto daquilo que vejo.
Ponho-me no lugar do outro, para o perceber, e nem sempre o alcanço.
E peço ao outro que se ponha no meu lugar, e nem sempre me faço entender.
Mais valia estar calada.
Encasulada*.

* Palavra-mãe do meu neologismo? Não, não é casulo. É azul.
Devia escrever encazulada

10 comentários:

  1. Respostas
    1. No final, tudo se reconduz sempre às malditas queridas, culpadas e almofadinha de todos os nossos desaires!

      Eliminar
  2. Penso que consigo perceber-te. Não é tristeza ou solidão, é isso do "encazulamento". Desaparecer para calibrar. Acertei ou levei para o "meu" sentido? :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na mouche, compagne. Ou no ver à soie, et son cocon, neste caso :)

      Eliminar
  3. Percebo. E eu também já estou cansada de ver cinzento. O tempo influencia-me e de que maneira...!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ao menos se conseguisses hibernar, Pandy... :)

      Eliminar
  4. Bom dia, LP. Eu não encasulo, tenho mais tendência para "matroskiar". Aquilo é por camadas; vais da matrioska que dá o "peito ás balas", á minorquinha la encolhida no seu cantinho. Eu sou a última. Só saio quando o mundo permite! Dá muito jeito., embora às vezes, como sou claustrofóbica, tenho de desenroscar para vir até cá fora! :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Mia :)
      Essa imagem também faz sentido, já que a ideia é reformatar, e sair da casca como novas. E deixar lá dentro a porcariazinha toda :)

      Eliminar
  5. Querida LP, após alguns dias, debrucei-me finalmente sobre o desafio proposto, aceite e concretizado.
    Ufa.
    Canseira. Mas vá, gostei! ;)
    Beijos. Muitos
    p.s.- não estou esquecida da outra resposta. tenho é tido o tempo contado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Majestade, obrigada ;)
      Ficou um brinco (de princesa, de rainha!)
      Muitos beijos procê também, ma queen!

      Eliminar