03/02/2015

Digam-me lá se não é verdade o que eu já acho há anos: que escrevo melhor nos comentários dos outros do que nos meus próprios posts # 3

Reparem na beleza, e também na subtileza disto, que deixei no blog da Uva Passa (again...), neste post:


Olha, eu já fui muito agarrada às coisas. 
Até personificava os objectos, cria-os com sentimentos.
Guardava tudo e chorava baba e ranho porque o meu pai me deitava tudo fora.
(meu querido pai, ele é que sabia)
Depois perdi pessoas, o meu pai incluído. E vivo a iminência da perda com um potenciar do amor que sinto pelas pessoas (dizem que o que mantém o amor vivo é a iminência da perda).
Nunca mais ninguém me deitou nada fora e agora tenho pena. 
Mas tenho também a máxima de que se nem as pessoas são eternas, por que é que as coisas hão-de ser?
Por isso, deito fora coisas.
~
Salvem-se os livros. E salvem-se as pessoas.
Os livros também são pessoas :)

12 comentários:

  1. Respostas
    1. A culpada és tu. Puseste lá "Que lindo", e eu ó, buuuumba, rebentei.

      Eliminar
  2. Cristo! Pessoas ainda vá que não vá, agora livros nunca se deitam fora!

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso, o meu pai nunca fez... :)

      Eliminar
  3. Belo e subtil. Nem mais :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como tudo em mim, no fundo :)

      Eliminar
  4. Salvem-se em primeiro lugar as pessoas, porque as coisas substituem-se as pessoas dificilmente, digo eu.. :)

    Depois a seguir, salvem-se os livros porque ajudam a interpretar o Mundo e a Sonhar!;).

    Esta publicação é um doce que deste ao teu ego..não foi?!! ..acontece! :))

    Continuação de Boa semana! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E eu que acho que as pessoas são verdadeiramente insubstituíveis, ao contrário do que se costuma dizer?

      Não, esta publicação é o eco de, por motivos absolutamente íntimos (eu não disse secretos), andar a lembrar-me muito do meu pai.

      Obrigada, Sorriso. Para ti também :)

      Eliminar
  5. O que fazer às pessoas que parecem saídas de um livro, ahn? Poius, não é fácil.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essas são as mais trágicas. Morrem primeiro.

      Eliminar
  6. A primeira a tentar disfarçar és tu, mas não enganas ninguém:) ...de linda tens muito, já de porca...:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Suri, Suri, não me amoleças com mimos, que eu hoje estou em mayday... )
      Obrigada.

      Eliminar