15/02/2015

A flatulência não é um acto solitário. Ainda menos isolado, para algumas pessoas.

Fui lá. Ginásio é uma palavra comprida de se dizer e escrever, gym não me cheira por coisas muito cá minhas, gine, até parece, vai de giná.
Dizia eu, fui ao giná. E voltei.
Estou agastada.
Encontrava-me na elíptica há cerca de 12 minutos, a dar (aquilo que os treinadores chamam) o tudo por tudo, contra a gravidade, marchar, marchar, olha o rabo, olha a nalga, quando, subitamente, uma gaja ao meu lado se borra.
Eu não disse peidou-se. Nem disse ventilou um flato. Eu disse borrou-se.
(porque eu falo como um idiota, mas sei muito bem o que escrevo. As pontas dos meus dedos e a ponta da minha língua, felizmente, não são comandadas pelo mesmo neurónio)
Borrou-se, a gaja. Tenho a certeza que até ficou suja nas calças. A sensação que eu tive foi a de que tinham aberto a porta de uma casa-de-banho recentemente utilizada. Ou a tampa da fossa municipal. Ou as cancelinhas da ETAR.
A náusea. E só porque eu sou valente e possuo uma determinação anti-gravidade e flacidez digna de medalha olímpica, é que não parei logo ali de fazer o meu exercício. 
Foram 8 minutos de violenta agonia. Porque aquilo ficou ali. Aquilo agarrou-se a mim. Toda eu era cheiro a interior do intestino grosso alheio naqueles 8 minutos que seguiram a bomba química. 
Enchi-me de arrotos. 
No entanto, eu sou uma senhora. Mesmo os meus arrotos, são dados de forma subreptícia. É ali um ar que me dá, e sai sem estrépito nem odor, pelo menos que incomode os presentes. Só que acabaram por me dar uma grande ideia, congeminada durante os longos 8 minutos daquela agressão gratuita, ao nível nasal, mas também intelectual, a que fui sujeita.
Estou farta. Já quando trabalhava na Baixa, entrava no metro, de manhãzinha cedo, lavada e fresquinha, e fazia uma viagem de cerca de meia-hora a receber em cheio todas as refeições anteriores, sob a forma gasosa e por via baixa, dos meus companheiros de viagem. Agora, acabou.
Eu não me flato, acho que isso já ficou aqui bem claro desde os anais deste buraco (chiu, caluda, que agora eu vou lançada e perdi os travões lá atrás. Lá atrás, no texto, não é isso que estão a pensar). Mas arroto, não é?
Então, espera: antes de me meter na elíptica, da próxima, como uma cebola crua, à dentada.
Vamos ver quem é que desiste primeiro, a meio do treino.

22 comentários:

  1. Respostas
    1. Isso custa-me um bocadinho mais do que a cebola que, temperadinha de azeite e vinagre, marcha que nem maçãzinha fresca.

      Eliminar
  2. Hoje, não te vou responder a esta coisa de gazes. (perseguem-te, não?)
    Vou-te só dizer que te ouvi, lá nas crónicas do SOG.
    E gostei tantooooo!!!
    Um beijo LP.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. (completamente. Ou tenho um nariz demasiado apurado... :)
      Ora essa... obrigada, vice?
      Um beijo para ti, vossa Alteza.

      Eliminar
    2. ora essa, digo eu... eu escrevi gazes?
      bolas, que andei estes dias tão preocupada com a gaseificação do meu bicho, também porque tenho um nariz demasiado apurado (e aquilo dá-me logo a volta a um estômago, também sensível a maus odores) que dei um pontapé destes na gramática, sem dó nem piedade. (nunca se deve cuspir para o ar, já dizia a minha avó...) Beijos reais!

      Eliminar
    3. As pessoas enganam-se, Majy :)
      No drame!
      Beijos porcinos (de focinho limpinho)!

      Eliminar
  3. Flatulência é coisa de pobre. Não ligo.
    Aquela coisa do ginásio ... nem gym nem gine, muito menos giná. Experimenta gin ... tónico :-)
    Cebola ... aaggrr ... como é possível?
    Bom (resto de) domingo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, gente chique bufa-se, não se flata nem peida, mas ó, eu nem isso.
      E não é gina para não haver mais confusões, já bem basta o que lá se passa e o que lá oiço, que até me faz duvidar se entrei na porta certa :)
      Ai, eu adoro. Só não como mais porque depois é chato, o convívio comigo.
      Para ti também :)

      Eliminar
  4. Post enormeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee.

    Não faço ideia o que iz, sei que andaste a arrotar como uma leoa e não sei o que mais... :P

    Mas quem é que se caga na elíptica???
    Se a pessoa está com gases, vai para a bicicleta!!!!!!!!!!!
    Mulheres pá!
    Badalhocas... :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que linda imagem. Como uma leoa. Obrigada, SOGuinho :*

      Podes crer! Por uma vez, estou de acordo contigo.
      Não percebem que estão com gases e, quando percebem, é tarde (e Inês é morta).
      E não me chamo eu Inês.
      :P

      Eliminar
  5. Mas só tu é que aguentaste estoicamente, certo? A moça devia-se ter retirado e apanhado os restinhos de dignidade que lhe sobravam. Digo eu, que era o que faria. Isto se desse puns, coisa que não faço, obviamente. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ela? Acho que foram aqueles 8 minutos sempre em bombardeiro, e ainda lá ficou, quando eu acabei o meu treino!
      Eu pintava a cara de preto :)

      Eliminar
    2. Ou a cuequinhas de castanho... xD XD XD

      Eliminar
    3. Para isso, tinha a tinta natural! :D

      Eliminar
  6. Cebola só parece-me pouco. Mistura um pouco de alho.

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um refogadozinho bem apurado :D

      Beijos

      Eliminar
  7. Li gym e fiquei doente!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É o que me acontece de cada vez que leio.
      Dias e dias a Vomidrine.

      Eliminar
  8. Boa tarde ,L.P.
    Serei franco e honesto !
    Ainda nem percebi como "vim parar " ao teu blog.
    Achei logo, depois de ler o 1º post,que completamente fora do comum .
    Dia a dia ( dentro das minhas possibilidades), tenho lido os teus posts diários e alguns dos anteriores.
    Rio mas rio mesmo !
    És extraordinária na forma como escreves,e tens uma capacidade "que eu nunca vi " para fazer divertir e rir de forma saudável !
    Candidata-te a 1º ministro,forma um partido político,concorre a Belém, etc, acho que serias um sucesso e só poderias obter uma vitória !
    Continua assim,Grande L.P.!
    Beijo,
    José

    Nota : é de pessoas como tu ,que todos nós estamos a precisar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso, é uma coisa que me dá sempre curiosidade de saber: como é que as pessoas cá vieram parar. Mas fico sempre sem saber.
      O resto são exageros, mas obrigada!
      Beijos

      Eliminar
  9. L.P.,
    Talvez - miadosantos1.
    Acho que foi.
    Lá terás de me aturar ;(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, dos Desabafos. OK. Excelente blog, e a Mia é adorável.

      Credo, e isso é uma infelicidade?

      Eliminar