06/09/2015

in memoriam — don't you ever, ever, forget (her)

- Agora pões o cinto mal entras no carro? Dantes só o punhas no primeiro semáforo.
- Agora ponho.



9 comentários:

  1. É do que tenho mais medo desde o dia, há quase 4 anos, que o meu filho tirou a carta de condução.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se ele puder sempre o cinto, diminui drasticamente o risco.
      Era aquela menina levar o cinto posto (era passageira de trás) e agora não haveria lugar a in memoriams...

      Eliminar
  2. Ele pôr o cinto, põe, mas tenho medo por tudo o resto, já tive a idade dele e sei bem o que é gostar de conduzir.

    São os meus primeiros comentários aqui, mas sou leitora diária,gosto da "linha editorial" deste seu espaço.
    Boa noite

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E também existe o desassossego materno, que é completamente incurável. Sei bem do que fala, Helena.

      Obrigada. Sinta-se em casa, por favor.
      Boa noite.

      Eliminar
  3. Ora aqui está um exercício fácil e protector.
    A não esquecer.

    ResponderEliminar
  4. Admito q eu atrás nunca meto...(embora seja raro andar aí)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu, até nos táxis, para grande fúria de alguns taxistas (vá-se lá percebê-los).

      Eliminar