14/09/2015

Também me preocupa o Á

Quase nem durmo.

Hoje estou para provocar o agito com a minha prosápia, vai tudo a eito. Xcá ver se consigo detonar isto de uma vez por todas.

Eu sei que sou teimosa. E chata. E insistente. Pareço a mulher do piolhoso, sempre a chamar piolhoso ao homem, mesmo por gestos, quando ele a meteu debaixo de água para a afogar, farto de a ouvir. A mim, podem à vontade meter-me num poço para me calarem, que eu hei-de conseguir, por gestos, impingir uma regra gramatical ou sintática ou morfológica, ou, caso me falhem as ideias nesse momento, posso sempre recorrer àquele gesto universal repleto de significados, genitais.

Também sei que já falei aqui do HÁ e do À, esses dois grandes gargalhedos queridos, alvos privilegiados da confusão sistemática, e, como tal, vítimas constantes dos tiros na língua, quais de Camões, quais de carapuça — na nossa, que é de todos, e tão bela, que não se entende a profusão de pontapés e coices a que é sujeita. 

Mas depois, temos o Á. E desgosta-me que o Á, assim mesmo, com acento agudo, seja tão agudamente maltratado, menosprezado, ignorado, e, no limite, eliminado. Porque ele existe, ele vive. 

Hossana nas alturas a quem já não confunde o HÁ com o À, porque isso é um progresso, e um grande passo, em termos de escrita, maior até do que aquele do Armstrong. Acontece que costuma ser, precisamente, quem tão bem interiorizou a regra do HÁ e do À, que evita o Á como o diabo a cruz. E, então, escreve far-se-à e tê-las-às, por exemplo. Só que este A da terminação dos verbos conjugados no futuro condicional, escreve-se com acento agudo, uma vez que se trata de uma forma reduzida do verbo haver

Assim, far-se-(h)á, tê-las-[h]ás.

Pronto, não me apetece mais. Por hoje é tudo. Não sei se já consegui irritar mais duas ou três pessoas. A partir de agora só cenas esotéricas.

(Talvez amanhã, a diferença entre a fim e afim, a grande questão do benvindo, ou, quem sabe, um post sobre o meu telemóvel.)




8 comentários:

  1. Não percebi nada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens que reler.
      Enganei-me outra vez.
      Acho que vou meter um capacete de gelo e dormir. Talvez amanhã faço melhor do que isto.

      Eliminar
  2. Só venho aqui dizer que "á" pessoas que me fazem rir logo de manhã!! Bom dia, Linda.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Be, tu és uma querida.
      Bom dia :)

      Eliminar
  3. Sugiro. Posso sugerir, não posso?
    Vamos lá falar do 'concerteza' e do 'com certeza'.
    Ena agora pá!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa é excelente! Espera, que a meto na calha.

      Eliminar