30/01/2016

Na vet-pet-ped

Levámos a criança ao pediatra dos bichos. 
Perguntou-me o que é que sabia acerca da Molly, e eu respondi que quase nada.
- Então, diga-me o que sabe.
- Sei que nasceu no dia 23 de Dezembro, faz parte de uma ninhada de cinco, e um deles nasceu morto. É a segunda ou terceira ninhada da mãe dela, é uma gata de casa, não de quintal nem de rua. Veio da Amadora. Não está desparasitada por dentro, e não tem pulgas. Não sei mais nada.
Ou seja, só faltou contar a história da vida dela até à sétima geração.
Pequeno gato pesa 560 gramas. 
Adormece onde calha, imprevisivelmente.
Molly significa Maria - como não podia deixar de ser.



Sim, está a dormir

6 comentários:

  1. A Molly é muito querida. Não só por isso mas também por isso, não a deixes aproximar de algo que contenha CR7.
    Já reparaste? Espreitou, viu a coisa e ia desmaiando, aposto.
    Bom sábado, Linda, beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Reparei, pois.
      Experimenta meteres um rapaz de 15 anos em casa, e depois conversamos :)
      Sábado feliz, Observador. Beijinhos

      Eliminar
  2. Os gatos pequeninos são capazes de estar a brincar, muito animados e de repente, puf... adormecem. A Molly é uma querida!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, aquilo é de repente... em qualquer lugar, em perfeito desequilíbrio, a qualquer momento. Totalmente aleatório. Eu estou perdida de amores :)

      Eliminar