14/02/2016

Não sei explicar o que sinto por ele

*
Imagem obviamente palmada da nettinha
É azul;
Os desenhos são de Lisboa;
O interior da pulseira tem calçada portuguesa — enfim, lisboeta;
A presilha diz Lisboa de um lado e saudade do outro. 

Se me mandassem desenhar um Swatch — e me dessem o tema cidade, amor, casa, coração, berço, luz, eu, saudade, regresso —, era isto que eu desenhava. 
No entanto, não gosto completamente dele, mas não sei completamente porquê.
(Ou porque também nunca gosto completamente de tudo o que me sai das mãos.)

[* ninguém me paga para isto.]

18 comentários:

  1. Eu acho o relógio muito giro, mas não sou especialmente fã da marca!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que gosto dele como peça de colecção, pelo design, pela originalidade. Não para o usar. A marca escapa bem, quanto à maquinaria. A assistência é que heh...

      Eliminar
  2. Depois de perceberes que o relógio funciona razoavelmente, ficarás apaixonada por ele.
    Até lá ... respira ;)
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não o comprei :)
      Mas gosto dele. Só não o amo.
      Beijinho

      Eliminar
    2. Não havendo amor ...

      Eliminar
    3. Não há casamento, que é o que acontece no momento da compra...

      Eliminar
  3. É por causa do mostrador...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Possivelmente. Agora que falas nisso, cliquei na imagem, aumentei-a, e reparei que, nas 7 h, está escrito "sete" (as colinas, provavelmente). Demasiada informação, um mostrador excessivamente branco, e os apontamentos azuis e amarelos não jogam nada. Mas não me admiro nada que também esses tenham significados (luz, sol, mar)...

      Eliminar
  4. Eu acho que não gosto do azul não sei explicar


    Blog LopesCa/Facebook 

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pode ser por aí.
      Vá que não se lembraram de o fazer preto e com dois corvos pendurados :)

      Eliminar
  5. Para mim, a única coisa que mudava era o mostrador. Acho que é do branco. Mas gosto, gosto muito. Um beijinho, minha Linda :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tinha que ser mais azul, não era? :)
      Bem me parecia que era azul a menos. A sério :)
      Beijinhos, Pandy

      Eliminar
  6. Acho lindo !
    Só teria evitado o Cristo rei (anão do Corcovado ) e que lhe dá um toque brasileiro.
    A pulseira pode ser invertida e tornar-se em calçada portuguesa.
    Lindo !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não deixa de ser mais um símbolo de Lisboa...
      Essa ideia é boa. A única coisa que pode não permitir a troca de lado da pulseira é a configuração dos encaixes por onde corre aquele espigão que prende a pulseira ao relógio. Porque a fivela tem uma ranhura que fica virada para o outro lado, mas isso é o menos.
      :)

      Eliminar
    2. Espera, pode ser invertido?? É q eu ia dizer q por acaso gosto mais das "costas"

      Eliminar
    3. Sim, eu também. A usá-lo, era com a calçada.

      Eliminar
  7. A peça que referes tb pode ser invertida.
    Agora "imitações " ao lado da nossa Sé, Torre de Belém , Praça do Comércio ...
    E o Padrão dos Descobrimentos ...tb dá que pensar,embora símbolo tb é muito recente ...mesma altura do Cristo Rei.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh, sabes muito bem que o Cristo Rei não é uma imitação :)
      Deste-me uma boa ideia para um post, obrigadinha!
      :)

      Eliminar