28/02/2016

A felicidade faz-se de pequenos nadas

Trabalho num sítio onde há uma pessoa que diz rés-dos-chões. E, quando eu penso que ouvi mal, ou que ela se enganou, ela repete.
E depois, alguém diz à minha frente corrimãos. E isso faz-me retomar as esperanças na Humanidade.

5 comentários:

  1. Um dia empresto-te macaquito. Ele faz questão de corrigir essas pérolas. Há dias uma amiga minha disse "qualqueres", ele olhou para ela com um ar condescendente e disse: Quaisquer, é quaisquer.
    Ainda há esperança Blue.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Empresta, mesmo. Eu preciso de um grilo falante. Ando para me encher de eczema por calar tantas vezes o grito que me fica entalado na glote.
      Linda criança, essa tua, isso sim.

      Eliminar
  2. A escrita tuga no seu melhor.
    Boa semana, Linda.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era linguagem verbal, mas tudo bem à mesma...
      Boa semana, Observador.

      Eliminar
    2. I beg your pardon!
      Linguagem verbal pois claro.

      Eliminar