01/01/2015

Eu não consigo parar de pensar que entrei em pecado

É que nem posso afirmar que tenha sido mais uma das minhas gaffes. Toda a situação foi A gaffe.



Entrei a falar, desejei bom ano a todos os presentes, ia de saia leoparda e blusa preta, continuei a conversar, a conversar, e, de repente, há um senhor que me manda calar. Assim com bons modos, mas o texto era Cala-te, pá. Viro-me, atónita (eu fico tão gira, atónita. Pareço uma daquelas bonecas, sabem? Só não ponho os bracinhos para cima, de resto fico igual), e reparo que o homem tem uma cena ao pescoço:

- Ai desculpe, é o prior?

- Não, não sou prior, mas sou uma espécie de...

- Haha, já percebi, é uma espécie... já tem uma cunhazinha para ter um lugarzinho...?

- Rhummm.

E desata a dar missa.

Genitais.

Leu um evangelho que era só "come o meu corpo", "comei o meu corpo" e "comeram o meu corpo". E olhava para mim de esguelha, sentadinha, de pernoca cruzada, para que não houvesse dúvidas. Ou bem que era padre, ou bem que não era. Até estava a achar que me estava a portar bem, a seguir a missa em murmúrios (que eu, parecendo que não, sei aquilo de trás para a frente), vem de lá ele com a hóstia em riste na direcção dos meus lábios. Foi quando lhe apliquei pela segunda vez a cara de boneca daquelas, sabem?, e disse "É melhor não, que eu não me confesso há anos e não me encontro em condições, e...". 

Estava a ver que ele me mandava calar outra vez.

Senti-me um bocado pecadora.

E ainda só estamos no dia 1.


6 comentários:

  1. Mas fica a questão: engoliste-a, ou não?

    Olha rimou :)
    "a" = hóstia, é claro :P :P :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tu vê lá isso, que"Quem rima sem querer, é amado sem saber", lá diz o povo, que é quem mais ordenha.

      Nem me passou pelos lábios. Aleluia, irmão.

      Eliminar
    2. Mau!! E sempre ouvi dizer: "Quem rima sem querer, é mamado sem saber"!! Queres ver que passei tantos anos ler poesia, para que a coisa me saísse de repente pelos poros e afinal... "é amado" ...fuck!!

      Eliminar
    3. Pois, lamento...
      Trata-se do amor puro e platónico, não o carnal e selvagem que imaginaste.

      Eliminar
  2. Cuidado com qualquer coisa que se apresente em riste!!!!
    Neste caso foi uma simples hóstia mas ... nunca se sabe :-)

    Ó LP essa coisa que está no vídeo serve para quê? Vade retro!!!
    A saia leopardo parece-me bem ;-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Qual coisa?
      O Milton na sua fase peluda? :D
      Leoparda, sff.

      Eliminar