07/08/2015

Mas ninguém cala este homem? # 2

Esta semana, brinda-nos com uma crónica inteira com apreciações acerca do casamento de Jorge Mendes, empresário de futebol (para quem, como eu, não sabia de quem se tratava).

Jornal Sol, revista Tabu, hoje (pp. 72 e 73)
José António Saraiva

Eu percebo que isto é uma foto e, portanto, o texto pode estar ilegível. Mas traduzo: 

A noiva, apesar de já não ser imaculada, apareceu vestida de branco — num vestido desenhado por si, que desiludiu a crítica especializada. E já não sendo uma jovenzinha, mostrou apreciáveis atributos físicos, o que não espanta: tudo naquele casamento tinha que ser 'em grande'.

Isto é tão insultuoso. É tão desastrosamente ofensivo. É tão maldoso. É tão intencionalmente agressivo.

O senhor deixa-me sem adjectivos. E aquilo que transcrevi é um mero parágrafo de um lamentável texto de duas páginas.

4 comentários:

  1. Lá temos mais uma pérola 'made in' José António Saraiva.
    Desconfio que o homem anda a ver filmes pornográficos.
    Post scriptum (mas 'ca' fino!): ninguém desconhece Jorge Mendes. Só tu para desconsiderares o empresário que o mundo - entenda-se dinheiro - consagrou :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei o que ele anda a ver, mas podem ser filmes de terror...
      Não conheço futebolês suficiente, sorry :)

      Eliminar
  2. Um pobre de espírito que deve sonhar com os atributos da dita noiva e outras que va vendo e criticando. Chiça, que há cada um!!!

    Beijos, Lindinha. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Conheço pessoas mais velhas do que ele com uma cabeça bem mais arejada.

      Beijos, Mariorka :)

      Eliminar