12/07/2015

Não sei se já se deram conta de que, neste momento, eu tenho 68 seguidores

e, como sabem, eu sou uma senhora. Não sei se já disse.
Por essa razão, não vou, de certeza absoluta, lançar o repto Hey, babe, do you wanna be my 69?
Daí que, embora a contragosto — até porque, assumidamente, não gosto de mulheres, designadamente para o efeito que estais a pensar, e, se não estais, eu explico: para o vamo-vê, o lesco-lesco, o truca-truca, ou, em resumo, o amor carnudo —, lá faço o sacrifício, lá me torço e me espremo toda, lá me autoproclamo o meu próprio 69 contorcionista, o que, se pensarmos bem, faz de mim, não o n.º 69, mas a letra grega teta. Grega, greguíssima, tão a propósito, tão actual. 
(Ei, manos helénicos, que nunca vos faltem as vossas tetas.)
A partir de hoje, eu sou, na lista dos seguidores do meu buraco, a minha teta, e não há cá ordinarices para ninguém. 
Cá beijinho.


6 comentários:

  1. Sua devassa!!!

    Beijocas, Lindinha. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já está resolvido :D
      (Ainda tive que criar um perfil, que foi para as calendas gregas — ops! —, mas o certo é que fui eu a 69.ª. Cá agora confianças :D)

      Beijocas, Marioska :)

      Eliminar
  2. Que raio de mania essa de perseguir o coitado do número. Já nem 69 se pode ser :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ao contrário, é um número mítico! Por isso, quis sê-lo de mim mesma, numa cena muito autoprópria :)

      Eliminar
  3. LP,
    Problema resolvido !
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Resolvi-o eu, pelo que nem chegou a ser bem um problema :)

      Eliminar