10/03/2016

So small, so smart

Hoje tenho que criar blogoinimigos. Ando cansada de ser tão consensual. Tão com sensual. 

A mim faz-me espécie esta casta à parte que é o pessoal que possui Smarts, aquela viatura. Vá que já não são só conduzidos por homens obesos, porque houve aí uma época em que parecia que só eles eram capazes de levar a bom porto semelhantes camiões. Assim como o meu carro é, obviamente, carro de gaja boa — é que basta lá entrar, que se fica logo A boa da estrada, nem é preciso ser-se mesmo-mesmo-boa —, o Smart era o carro do gajo gordo, uma espécie de enlatado de gordo. Mesmo que o Smart-condutor não fosse gordo, uma pessoa — designadamente, eu — via passar um Smart, e já fazia aquela ligação mental, Olha, lá vai um gordo. Homem que entrasse num Smart, engordava exponencialmente no momento em que fechava a porta daquilo. 
E digo aquilo, porque o Smart não é bem um carro. Quem de nós — a não ser que tenha mesmo um Smart — num estacionamento, nunca se dirigiu a um lugar que parece vago, e Ah, afinal não!, porque está lá, enterrado nos fundilhos do buraco, uma porra de um Smart? E o que é que diz? Ah, afinal não, está lá um Smart! —, ou não é? A ver se diz a mesma coisa quando está lá um Audi ou um Mercedes Benz, benza-o Deus. Não, diz Ah [a interjeição faz parte, não há volta a dar-lhe], afinal está ocupado...

Pronto, então. 

As coisas mudaram. O Smart, agora, é o carro do chico-esperto, passe a redundância. É aquela geringonça que cabe em todos os lados, de todas as maneiras, e que afirma, com sua esdrúxula forma de estacionar, Olhem para mim, sou tão maneirinho, tenho tanta arrumação. E é assim que os condutores daquela coisa, recorrentemente, a estacionam em clara (mesmo sendo de noite), gritante (até lhes ouço os brados) e punibilíssima contravenção: em perpendicular ao passeio. 

Condutores daquilo, lede o artigo 48.º do Código da Estrada comigo, que sou tão assim que até vos sublinho e coloco a vermelho e grosso a parte que vos interessa.

  Artigo 48.º
Como devem efetuar-se
1 - Considera-se paragem a imobilização de um veículo pelo tempo estritamente necessário para a entrada ou saída de passageiros ou para breves operações de carga ou descarga, desde que o condutor esteja pronto a retomar a marcha e o faça sempre que estiver a impedir ou a dificultar a passagem de outros veículos.
2 - Considera-se estacionamento a imobilização de um veículo que não constitua paragem e que não seja motivada por circunstâncias próprias da circulação.
3 - Fora das localidades, a paragem e o estacionamento devem fazer-se fora das faixas de rodagem ou, sendo isso impossível e apenas no caso de paragem, o mais próximo possível do respetivo limite direito, paralelamente a este e no sentido da marcha.
4 - Dentro das localidades, a paragem e o estacionamento devem fazer-se nos locais especialmente destinados a esse efeito e pela forma indicada ou na faixa de rodagem, o mais próximo possível do respetivo limite direito, paralelamente a este e no sentido da marcha.
5 - Ao estacionar o veículo, o condutor deve deixar os intervalos indispensáveis à saída de outros veículos, à ocupação dos espaços vagos e ao fácil acesso aos prédios, bem como tomar as precauções indispensáveis para evitar que aquele se ponha em movimento.
6 - Quem infringir o disposto nos n.os 4 e 5 é sancionado com coima de (euro) 30 a (euro) 150.

Haveis dado com alguma excepção a esta regra, que diga "exceptuando os veículos de marca Smart, podendo estes estacionar perpendicularmente", ou "exceptuando os veículos de marca Smart, podendo estes estacionar como muito bem lhes der no coiso"? Eu não dei com nenhuma.

Por último, mas nunca em último, porque não me calarei jamais, agora temos este parque infantil em algumas superfícies, para que os Smartezinhos possam brincar todos juntos, e seus donos trocarem impressões à propos, quando os levam à trela. Pelo menos, esta medida evita que haja um Smart a cada triângulo desaproveitado dos riscos dos parques — vão todos lá para o cantinho deles, como as motas. E, aí, podem estacionar paralela ou perpendicularmente, que isso se torna tão indiferente como meter um cubo dentro de um buraco quadrado — tanto faz se vai com uma face para cima ou com qualquer das outras, que entra sempre.


59 comentários:

  1. Eu sou a gorda que anda de smart.
    E faço questão de NUNCA o deixar mal estacionado, que é como quem diz, faço questão de o deixar a ocupar um lugar inteirinho onde, só assim de repente e por acaso, caberiam na boínha dois, para que gajas como tu, se fiquem a espumar todas e escrevam nos seus blogues posts raivosos tipo estes.

    Beijinhos no ombro.

    Chuac.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Môr, não te zangues. Desculpa, retiro tudo o que disse.
      Eu disse O gordo. Eram homens, os condutores que engordavam no Smart.
      Tu, crida Fli, és uma musa de elegância e distinção a qualquer nível.
      Eu, ao contrário, sou a flácida que precisa de um mega-carro, onde me caibam as peles mortas, as peles caídas, e só não as peles de animal porque eu amo as minhas gatas.

      Um beijinho em cada ombro e não se fala mais nisso.

      Chuac-chuac.

      Eliminar
  2. Ah.

    Esqueci-me.

    Por acaso ainda não dei com nenhum shopping com estacionamento para os gordos enlatados, mas quando encontrar, vou fazer questão de não estacionar lá.
    Sou gorda, preciso de espaço.
    Muuuuuuito espaço.
    Todo só para mim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Calma, fofa.
      Fazes muito bem. Eu também já tentei estacionar o camião de 7 lugares cá da frota em lugares que nem um condutor de Smart tentaria, e olha que a coisa deu-se. Só se ouve assim, ao longe, um craaaack, depois tudo se ajusta.

      Eliminar
    2. enerva-me um bocado esta espécie de perseguição que os restantes condutores fazem aos gordos enlatados.
      Faz lembrar os pobres ciclistas e acho mal. Muito mal.

      Eliminar
    3. Perfeito, perfeito, era um gordo enlatado a perseguir um ciclista. Isso é que era de homem.

      Eliminar
    4. De homem, não sei, mas de mulher já foi umas poucas de vezes.

      Eliminar
    5. É de homem na mesma. Ele há umas que os têm grandes, e no lugar.

      Eliminar
    6. O EL Corte Inglês tem desses lugares para Smartzinhos. Pessoalmente, depois de andar às voltas até lá chegar, com Smart ou sem Smart, estaciono no primeiro lugar que aparece...aquilo é horrível!

      Eliminar
    7. Eu, como chego sempre enjoada do silo, estaciono a eito. Mais uma curva e é a morte da artista. O engenheiro da coisa nunca desceu até ao -1, quanto mais ao -4!

      Eliminar
  3. Acho que acabaste de arranjar uma blogoinimiga de referência ou um molho de couves, como se diz por aqui... a Filipa não tem um Smart?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por cá, é "molho de brócolos" (vá-se lá perceber, como se os brócolos fossem aos molhos).
      É da paz, a jovem.
      Mas sim, reconheço que tenho uma pontaria daquelas de acertar um alvo a quilómetros, sem mira, e às escuras. Ou "uma lança em África" :)

      Eliminar
    2. Sim, Be, sou uma gorda enlatada e tenho de aturar estas invejosas que não conseguem estacionar as suas banheiras bocas-de-sapo nem nos lugares que os shoppings disponibilizam para as gajas, que é como quem diz, lugares de 10mX10m.
      Enfim.

      Eliminar
    3. É que há pessoas, com carros extremamente pequenos, que ignoram esses lugares pintados de azul, e colocam lá as suas carripaninhas...

      Eliminar
    4. Que lugares de azul?

      Eliminar
    5. Esses, os destinados às gajas e suas banheiras. Semelhantes a isto. (O Colombo tem, por exemplo.)

      Eliminar
    6. Esses são das grávidas, coitadinhas que ficam deficientes dos pés/pernas e têm de ficar à porta do shopping. Bater perna podem, andar no estacionamento é que não.

      Agora não percebo porque é que eu, com o meu potente smart, não podia estacionar num lugar de gaja.
      Não sou uma gaja?..

      Eliminar
    7. Então não são mais para evitar o parto nos corredores do shopping? Assim que vem a primeira contracção, largam a correr para o carro e é lá que se dá o nascimento, sempre é mais asséptico.

      Podes e deves. Atravessa-te logo a ocupar dois (ou três, se conseguires esticar o teu Smart). Aliás, reivindiquemos esta perfeição.

      Eliminar
    8. Eu estaciono como eu quiser e me apetecer e as gajas dos carros grande só têm de comer e calar.

      Evitar partos? Então esses lugares estão reservados a grávidas a partir de quantas semana de gestação?

      Eliminar
    9. Olha que a gente bloqueia-te! Mau...

      Acho que é desde que uma pessoa se sente grávida, mesmo que não esteja. E também dá para alguns senhores (aqueles da patuscada).

      Eliminar
    10. A gente, quem?, Tu e a gorda que gostava de ter um smart? Ah, ok. Caguei, bloqueia lá a ver se eu quero saber.

      As grávidas são um embuste. Um placebo. Um...um...Olha, nem sei o que te diga, só sei que aproveitei taaaaaaaaaaanto quando lá calhei.

      Eliminar
    11. A gente, as gajas das banheiras com a p. da mania. Bloqueia o teu Smart, não te bloqueia aqui o acesso, tu refastela-te lá à vontade. Era só uma ameaça, já passou.

      Pois eu, não, já não fui a tempo de nada disso. No meu tempo, só faltava meterem fardos de palha ao lombo das grávidas e, a seguir, um pontapé nas nalgas.

      Eliminar
    12. Ahhhhh.

      Tu és daquelas gajas que não sabe que os smarts são tanques de guerra em ponto pequeno? Que é carrito para ficar intacto enquanto o teu se desintegra?

      Então tá bem.

      Eliminar
    13. Havemos de fazer um crash test, daqueles das fábricas, para que nenhuma se fique a rir.

      https://www.youtube.com/watch?v=su1QsCXmkxs

      Eliminar
  4. Chiça!!!!
    Vem um 'home' aqui e dá com uma discussão automobilística.
    Não há 'smart' que aguente :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No próximo episódio, falamos de futebol. Mas de saltos altos.
      :)

      Eliminar
  5. Mas tens que perceber que um Smart não é um carro! É uma coisa com rodas...

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um mata-velhos da Mercedes :D

      Eliminar
    2. Olha outro que não gosta da saúde que tem. Vocês nunca podem dizer mal de Smarts, de chinchilas, trácias ou qualquer animal estranho...

      Eliminar
    3. Das dos airbags podemos, que isso já se combinou...

      Eliminar
    4. Be,

      Aquilo que algumas pessoas poderiam dizer, refilar, protestar, contestar, maldizer e arrasar acerca do que eu penso tem tanta importância para mim como a música do Zé Cabra...
      ...faz-me rir, mas fora isso é inconsequente...

      E sim, Linda Blue, é um mata velhos da Mercedes. Já vi um todo desmanchado, depois de um pequeno toque, e fiquei a pensar para comigo que gosto demais de me manter intacto para pensar sequer em enfiar-me dentro de uma armadilha daquelas...

      :)

      Eliminar
    5. Mas sabes que, dito por um médico do INEM, qualquer carro com menos de 4 metros de comprimento, a 50 km/hora, é um caixão ambulante...?
      Isso inclui o meu...

      Eliminar
    6. Be, há aqueles que nunca podem dizer porque são da casa e depois há os outros e a esses, é deixá-los falar que eventualmente alguém os irá ouvir.

      Eliminar
    7. Pois,

      Olha, eu como sempre achei que um carro deve ser uma coisa versátil, sempre optei por ter carros com malas decentes (por ordem, BMW 2002 Ti, Ford Orion 1.4, Mercedes 220 D, VW Passat TDI Break e actualmente Ford Focus 1.8 TDCI) até porque aundo toco preciso de levar mesmo muita trala que ocupa espaço à brava - Não era fácil meter a minha coluna de guitarra dentro do orion ou do Mercedes, pelo que, a partir daí, ganhei juizo e comecei a andar só com carrinhas.

      Mas não tenho nada contra carros pequenos! Mas o Smart nem lata de sardinhas merece ser chamado, uma vez que a maioria dele é de plástico...

      Mas quem gosta, gosta! Para mim não dá! Já tive pantufas maiores...

      :)

      Eliminar
    8. Estás a dizer que prego no deserto, irmã?

      Eliminar
    9. Errr....isso, Linda, exacto.

      Eliminar
    10. (Ai, rapaz, estás tão a habilitar-te a uma rebordosa de minina Fli...)

      Já eu, tenho o meu, que também não chega a 4 metros de comprimento, ando muitas vezes a bem mais de 50 km/hora e, se houver algum percalço, nem sei bem a quem entregar a alma...

      :)

      Eliminar
    11. Nem que pregue um sermão aos peixes, considerarei sempre que valeu a pena levantar-me da cama para isso.
      (Hoje acordei assim.)

      Eliminar
    12. Linda, só dou rebordosas a quem gosto e falo, mulher, qué lá isso?

      E eu não tenho só smart. Tenho bué mais carros e motas e o homem comprou-me agora uma bina, não queiras saber o meu desassossego, que podia pôr aqui por ordem e tudo alfabética até se quisesse, mas como não me apetece ser cagona, vou almoçar.

      Eliminar
    13. Uma descasca, então.

      Tens uma frota, minha tia! Acho um chique, desculpa lá.
      E agora com a bina, conseguirás conjugar-te enquanto ciclista e anti-ciclistas?

      Eliminar
    14. Agora com a bina, nada mais me resta senão agarrar no bineiro, fechá-lo num saco, pendurar-lhe umas pedras e jogá-lo ao rio.

      Eliminar
    15. HAHAHA,

      És capaz de ter razão! Não tinha pensado nisso...

      Sabes, estava trocar comentários contigo, mas já vi que há mais interessados na nossa troca de ideias...
      ...e como já fui cagão que chegue por aqui, vou ser cagão para outro lado...

      :)

      Eliminar
    16. Sim, uma vez cagão, cagão toda a vida. Eu também penso assim.

      :)

      Eliminar
    17. Ou atrela-o à grelha, montado na bina, e depois vais dar uma volta de smart, que tenha muitas rotundas. Sempre realizas o fetiche anti-ciclistas e depois tens um post para escrever, sob o título "Um dia tentei matar este gajo # 1".
      Hã, quem é amiga?

      Eliminar
  6. eu estava para começar a odiar, mas chamaram-me para jantar e a sobremesa acalmou-me. mas tenho a certeza que amanhã odiarei ainda com mais força essa metade de carro, ou este post. sou muito indecisa!
    boa noite, Linda,
    Beijinhos,
    Mia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fá-lo, Mia. Estou mesmo a precisar.
      :)
      Obrigada.
      Beijinhos de boa noite

      Eliminar
  7. Olha que arranjas já aqui uma blogoinimiga xD eu adoro smarts gostava imenso de ter um, só não tenho porque aquela treta é caixa automática e a versão que tem caixa de mudanças é caríssima para xuxu. Mas que aquilo cabe em todo o lado cabe, é uma maravilha.
    Ainda não vi desses "playgrounds" para smarts :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não desgosto do carro, estava no gozo. Só o acho perigosamente pequeno. E chateia-me aquela forma de os estacionarem, parecem desarrumados.
      Há playgrounds (rico termo!) no Colombo e no El Corte Inglês, que eu saiba. Mas deve haver mais. (E a marca a pagar a pub.)

      Eliminar
    2. Precisamente os shopping que eu nunca frequento :) um é supé caro e outro é supé gigante que não percebo nada daquilo.

      Eliminar
    3. Ao Corte, vou menos, mas no Colombo até me ofereço para te fazer uma visita guiada :)

      Eliminar
    4. Os smarts têm mudanças automáticas E manuais. Com um toquezinho, mudam, podem escolher, tão a ver?, que conversa é essa do mais caro?

      Eliminar
    5. Ô chenti... isso é coisa dji chenti inguinóranti.

      Eliminar
  8. Eu nunca teria um carro desses por motivos de segurança. Mas dão muito jeito para estacionar nas saídas à noite :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A menos que ele tenha airbags por todos os lados (em cima e por baixo também), e se transforme numa bolha em caso de impacto (e, mesmo assim...), também não me apanham lá dentro :P

      Eliminar
    2. Querem desenvolver essa vossa teoria da segurança? Ou da falta dela?

      Eliminar
    3. Começa tu, Baby.

      Eliminar
    4. Não me queixei de insegurança.
      Tenho um smart e transporto nele oa meus filhos.
      Um no banco da frente e o outro na mala.

      Eliminar
    5. Já eu, nunca poderia fazer a mesma coisa. Assim, posso queixar-me de insegurança, pois ficaríamos qualquer coisa como isto.

      Eliminar