09/03/2016

Diálogos à sombra # 17

É sempre ela. O sentido de humor é, verdadeiramente, um sétimo sentido (tendo em conta que parece existir o sexto, exclusivamente feminino), completamente inato, absolutamente genético: está escrito, inscrito e imprimido no código ADN, e é algo com que se nasce, ou não. Como ter olhos azuis, na verdade.
Modéstia à parte, porque se herda.
(Também não trocava o meu sentido de humor por um belo par de olhos azuis. Estou bem com o meu, às vezes negro, e os meus, sempre negros. Ó ié.)

Diz-me que tem que cortar um calo para poder calçar as sapatilhas de pontas.
(A mim, até me dói a alma, cada vez que imagino aqueles pezinhos...)
Então, comunico:
- Olha, ainda tenho a ferida do calo que cortei há cinco semanas.
[Frida Kahlo]
- A sério? E também tem monocelha?

8 comentários:

  1. Ahaha :D sentido de humor refinado!

    ResponderEliminar
  2. Pergunta extremamente pertinente...

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aquela monocelha era extremamente preocupante. E então, se aplicada a um calo...

      :)

      Eliminar
  3. My kind of girl ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. I still don´t believe that I made her :)

      Eliminar
    2. Mas fizeste, e muito bem! :)

      Eliminar
    3. Vou-lhe dizer, não vá dar-se o caso de ela não ler :)

      (Obrigada) :)

      Eliminar