16/03/2016

A felicidade faz-se de pequenos nadas # 2

Receber este envelope. Ver esta carinha. Vacinar uma criança por dia — trezentas e sessenta e cinco (trezentas e sessenta e seis, este ano) crianças vacinadas por ano. 
Não sou melhor do que ninguém, é verdade, but I do really care, e isso pode fazer toda a diferença. 
São 10 euros por mês, 33 cêntimos por dia — menos meio café, menos um cigarro e meio por dia. 
Podia bem ficar parada —, que estaria a caminhar —, sem fazer nada —, que estaria a fazer tudo —, sem mover uma palha —, que estaria a mover uma montanha —, sem sequer mexer as pálpebras —, que, ainda assim, teria os olhos bem abertos, e operaria a mudança: estaria a plantar a minha pegada desde a planta.
E tu, fazes o quê?


8 comentários:

  1. "I do really care", um termo que deveria ser usado por quem passa a vida a virar as costas.
    Tens ideias maravilhosas, Linda.
    Bem hajas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Qualquer pessoa - qualquer - pode fazer o mesmo. € 0,33 não se sentem no bolso. Só no coração.
      :)

      Eliminar
  2. Sou madrinha de uma menina no Children International (https://www.children.org/), mas vou considerar mais esta iniciativa ;)

    (também me derreto toda com as cartas e as fotos que ela me envia... nada a fazer, sou um rato com coração de manteiga :p)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E deste-me cá uma ideia, Ratinho com coração (ai é de manteiga? :))

      Eliminar
    2. Uma ideia boa, acredito ;)
      "I am only one, but still I am one. I cannot do everything, but still I can do something."

      (olha, pois, deve ser... derrete-se por tudo e por nada, o bandido :))

      Eliminar
    3. Sim, também quero uma aFILHAdinha... :)
      Tal e qual a questão de sermos uma gota de água no oceano. Somos, pertencemos, fazemos parte, podemos fazer uma diferença, ainda que ínfima.

      (é sinal que é de boa raça, metal precioso :))

      Eliminar