02/02/2017

Na blogosfera como na vida


12 comentários:

  1. Verdade de La Palice... :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até pode ser, mas são estas aquelas em que nunca pensamos muito :)
      La Palice e um outro eu temos muito em comum, talvez as iniciais!

      Eliminar
  2. Não alinho no seu grupo.
    Por vezes, sou capaz de ser bem brutal,
    apesar de ser bem educada.

    Os outros estão-se nas tintas, gostam de magoar,
    faz parte de uma certa "elite" a que apelido
    de fatela ou brega. Simples!
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Daí que depois fiquei a pensar naquilo que disse o Silent, sobre o que escrevi ser uma verdade de La Palice. É mais um axioma, na verdade.
      Eu não sou brutal (bruta?), mas sou muitas vezes sem-filtro. Não papo números.
      Mas sou delicada, extremamente. Preocupo-me com o outro. E essa é, como todas, uma característica que ou se tem... ou não.
      :)

      Eliminar
    2. Também sou fatela! :)

      Eliminar
    3. Parece-me, a esta distância, a única forma de não nos tornarmos velhas lobas solitárias :)

      Eliminar
  3. Comigo é assim ;
    Delicadezas ?
    A partir das 10.00 ,sff ! Dizem as más línguas, invejosas do meu bom feitio ... após peq. almoço ,café e cigarro !
    A vida é muito difícil !!!
    Há que estrilhar !!
    :)
    Nota : no trânsito, não há peq.almoço que atenue esta delicadeza .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha, eu jamais acordo mal disposta! Jamais! A sonite é tanta que nem tenho forças para distratar alguém.
      No trânsito, sou uma besta. (Ou os outros, ainda não decidi muito bem de que lado é que está l'enfer.)
      No que sobra, sou um poço de delicadeza. Mesmo a sério.

      Eliminar
  4. Linda,
    Tal e qual como eu.
    Igualzinha a mim no acordar !!! Eu tb digo o mesmo , os "circundantes " é que dizem o contrário.
    Mentirosos e mal encarados !!!!
    :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, José, enganas-te redondamente: eu acordo sempre no melhor dos sorrisos. Não tenho mesmo forças para arranjar cenas!

      Eliminar
  5. Depois também temos a célebre interpretação das palavras que escrevemos:)
    Escrevemos "branco", entendem "preto" e depois surgem as cores do vocabulário através do anonimato.
    Bom dia!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E isso anda a acontecer-me com cada vez maior frequência por aqui, vá-se lá perceber o fenómeno :)
      Bom dia, Mister Vertigo.

      Eliminar