06/06/2017

Eu tenho problemas com tudo # 24

Não sei se sou só eu, e se calhar até sou, porém acontece que com a minha peculiaridade já eu me habituei a lidar, mas custa-me muito sentir-me realmente lavada com essas espumas de banho em gel que agora aí se vendem com cheiro a comida. A de chocolate é coisa para só ter cheirado uma vez na vida, por curiosidade daquelas que matam os gatos, mas depois ele há uma panóplia extremamente variada de aromas que, oh tormenta!, se hão-de transformar em sabores, ou não fôramos nós um pouco gatos, lá está, e não tivéssemos uma irreprimível vontade de nos lambermos após uma banhoca que nos põe a pele a cheirar a tais odores. Vai do jasmim e manga ao leite e amêndoas, passando pelo leite e mel, coco [vá, sem circunflexo], laranja, pistachio e magnólia, frutos vermelhos, oliva [azeitona? Really?], iogurte e mel, framboesa, baunilha, romã, papaia, kiwi e uva, e já me cansei. Mas também não posso deixar de referir o já velho aveia, mas que raios, aveia? Uma pessoa lava-se com aquilo e, na verdade, não se sente lavada. Mas quem é que quer ficar a cheirar a um cereal que regula o intestino, pejadinho de glúten? Hum? 


Para quando o aroma brócolo e couve roxa? Ou o pepino e [era engraçado, mas não é esse que vou sugerir a combinar] beringela? Ou couve-flor e beterraba? Será o passo seguinte, o gel de banho aroma a pezinhos de coentrada? A favas com chouriço? A salmão à lagareiro?
Oh, senhores das marcas, se sois tão amantes da Natureza, ficai-vos pelo pinho, eucalipto, rosas, jasmim e outras florzinhas igualmente cheirosas. Se quereis ser originais, ide até ao jacarandá — que tem feito as alegrias visuais nesta cidade de tapetes lilases pintada e carros barrados a cola de contacto com aquela frágil flor lilás —, ou até às ervas aromáticas, que tão bem cheiram. Mas, por favor, desisti de nos tentar fazer cheirar a mosto, a moagem, e, em geral, a tudo o que engorda e ou nos põe a cheirar a comida. 
Mais vale uma pessoa não se lavar, se é para isto. 


8 comentários:

  1. Concordo. Há cheiros que de tão originais que querem ser, se tornam um bocado parvos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Azeitona transcende-me. Mosto?

      Eliminar
  2. Anónimo6/6/17

    Eu cá gosto desses e outros tantos, porém, devido às fieis amigas alergias vejo-me "obrigada" a usar quase tudo sem perfume.
    (já agora espero que a tua menina que sofre deste mal, esteja melhor).
    O mesmo acontece com os produtos para cabelo, agora até há uns de urtiga, coentros, oregãos... É só escolher!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece que nós só gostamos daquilo que não podemos :)
      Uma espécie de fruto proibido...
      (depende das épocas. Agora tem o interior dos cotovelos em ferida, mesmo com todos os cuidados. Perfume, só mesmo no cabelo. Obrigada por perguntares :))

      Eliminar
  3. Creio que para a oferta ficar completa, seria necessário alargar o leque a culinárias de outras regiões, a outras opções aromáticas: caril, cachupa, haggis, roquefort,...
    Aqui ficam as sugestões, a/c departamento de marketing da P&G, etc.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Xilre, eu quero o de Roquefort. Por favor, dinamiza-me essa pérola :)

      Eliminar
  4. Anónimo6/6/17

    Não é por nada, mas já há de pepino!
    Ahahahahhahaa

    Máxima

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também me pareceu ver passar esse nas imagens, mas não é o que lhe chamam chá verde? :D

      Eliminar