28/12/2015

Não se zangam as comadres, mas sabem-se as verdades

Diz o povo que cunhadas são unhadas e eu até concordo.
(Por acaso, não tenho nenhuma comadre que acumule com essa afinidade a que chamam parentesco.)
As comadres, na boca do mesmo povo, não dão unhadas — são, antes, aquelas das verdades que se sabem, quando se zangam umas com as outras. 
Não estando zangada com nenhuma delas, apetece-me, ainda assim, dizer uma ou outra verdade sobre todas elas.
Eu sou pessoa para ter quatro comadres de uma assentada, porque sempre tive a mania da quantidade, embora nunca em detrimento da qualidade. Uma espécie de mania das grandezas em ponto muito pequenino, ou seja, uma mania das pequenezas. 
As minhas quatro comadres são todas diferentes umas das outras. 
As duas mais presentes, por mais dedicadas e mais irmãs que a minha irmã (que também é minha comadre, numa acumulação de títulos tipo príncipe de Gales, que depois é Duque da Cornualha, Conde de Chester e sei lá que mais nobiliárquicas canseiras), são ainda mais diferentes uma da outra do que as quatro todas juntas entre si. 
Uma, mora na Beloura, Linhó, Sintra, o que se queira chamar ao local, e tem três filhos. No dia 24, à hora de almoço, largou a família e a possibilidade de almoçar (designadamente com eles), percorreu os 22 quilómetros que a separam da afilhada e veio enchê-la de beijos.
A outra, mora a 2 quilómetros do afilhado, tem duas filhas, e veio com a família toda, no dia 27, ao fim da tarde, fazer uma visita que durou meia-hora. Ai que grande que ele está. Sem beijos.
Eu gosto das duas por igual. E sei que ambas gostam dos afilhados na mesma medida. Estamos, assim, quites.
Amor com amor se paga, diz o povo. E eu até concordo.


4 comentários:

  1. Temos 5 dedos na mão e nenhum é igual ao seu irmão...
    Beijinhos Linda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha que giro, esse ditado :) Não conhecia, e é bem mais apropriado (Quem rima sem querer, é amado sem saber).
      Beijinhos, Be

      Eliminar
  2. Não há duas pessoas iguais, Linda.
    E o amor é assim, com amor se paga.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois não, nós somos a mesma pessoa para uns e para outros.
      Seja na mesma medida, para ser mais justo :)

      Eliminar