14/12/2015

Eu sou aquela pessoa que nunca, em circunstância alguma, deves levar a passear à rua # 20/

Eu, pecadora, me confesso

Está uma pessoa, muito descansada da sua vidinha, em uma grande superfície, às compras — que é, talvez, a actividade mais stressante e temida, logo a seguir ao salto de pára-quedas, que se pode praticar entre 1 e 24 de Dezembro. Havia entrado numa loja de produtos naturais e cenas feitas à mão, que eu só não digo qual é, para que não se identifique o protagonista deste episódio e me caiam logo em cima os defensores dos oprimidos. Na verdade, tratava-se de um homossexual, e, por isso, se alguma piada isto pode ter tido, é, precisamente, devido a esse facto.
Estava a ser atendida por uma funcionária quando, de repente, me deu uma irreprimível vontade de mastigar uma pastilha elástica. É verdade. Nós, velhos, adoramos dar à castanhola com as placas, para dar ares de modernos. Mas não tinha nenhuma na carteira, e fadei-me para comprá-las na primeira ocasião. Em cima do balcão, avistei um cesto com umas caixas pequenas, cujo rótulo dizia "Pastilhas dentífricas". Vá que não dizia orais. O preço eram 3,5 euros, mas eu não estava em condições de discutir o preço da droga, pelo que peguei numa caixinha e perguntei para o ar: 
- Isto são pastilhas elásticas?
Salta-me o homossexual para a frente, a responder à minha dúvida (seria comissionista? Teria 10 % de comissão sobre 3,5 euros?), a abanar-se todo. 
(Pausa para explicar que eu não sou homofóbica. A sério. Acho que todas as pessoas devem ser felizes à sua maneira, e cada um toma onde mais lhe dá gozo, sem que ninguém tenha nada a ver com isso. Mas consigo fazer uma destrinça entre homossexuais e bichas. E a bicheza, por teatral e despropositada, dá-me uma certa estranheza, passe a rima.)
Este era do tipo bicha, cheio de trejeitos. 
- Isto são pastilhas, que você masca [menear de cabeça, em diagonais perfeitas com os ombros], e depois, quando começa a fazer espuma [menear de cabeça, para o lado oposto do anterior, ombros em diagonal], mete a escova de dentes na boca [biquinho com os lábios], e escova [sorriso cheio de dentes, olhos em alvo. Feliz.].
E vá que eu ficasse satisfeita com a explicação. Isso era mesmo bom, caso eu fosse igualzinha a toda a gente normal, e conseguisse, por um momento, ficar calada.
- Ah. E engulo?
[Bicha tem um espasmo, e faz HAH. Mas não desarma.]
- É uma tentação. Mas não. 
- Não posso engolir?
[A parva que me estava a atender faz um risinho parvo.]
[Eu nem mexo a cabeça na direcção dela, mas espeto-lhe os olhos, muito esbugalhados, e, quando tenho a última oportunidade que a vida me dá para ficar calada, digo-lhe:]
- Se calhar, agora, não continuava esta conversa...

8 comentários:

  1. Engolir ou não engolir...
    ...eis a questão!

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi a que se me pôs. Mas ele, apesar de reconhecer a tentação, não recomendou :)

      Eliminar
  2. E conseguiste dizer isso tudo sem te rires?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Impávida. Só os olhos mexiam.

      Eliminar
  3. Linda, tu deixas-me preplexo, não apanhei a relação entre uma senhora, confessa pecadora e as pastilhas para a garganta. Engolir não é pecado, até faz bem ás cordas vocais. Fiam mais cristalinas.

    A minha Vénia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então, vou explicar, Shark:
      Pecado 1 - Uma senhora não masca pastilhas elásticas. Mas eu não controlo esse impulso;
      Pecado 2 - Uma senhora não pergunta a qualquer rapazola se pode engolir pasta de dentes, que era do que se tratava o assunto pastilhas.

      Está bem. Eu aprecio.

      Eliminar
  4. Como te entendo, LB ! Total respeito pelas diferenças e pelas opções individuais. Mas tb diferencio as bichas dos homossexuais. Há bichas extremamente artificiais, que incomodam mesmo.O falar alto ,os trejeitos, muitos gestos são mesmo para chatear o pessoal. E na praia? Já mudei de lugar algumas vezes.Bichas esganiçadas,trejeitos forçados,beijos ,areia e protector solar ...para mim é combinação explosiva.Não dá.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A mim, chateiam-me os estrilhos todos, quer venham de bichas, de trichas, de unichas, do que quiserem. O ruído pelo ruído, o arrobo teatral pela chamada de atenção, no mínimo incomodam-me. Mas passo à frente, geralmente até acabo por me divertir a observar.
      :)

      Eliminar