24/12/2016

Movimento "Vamos ajudar Palmier a encontrar o espírito"

Conforme sabeis, eu própria ando em busca do espírito. Mas este meu espírito — passe o pleonasmo — de abnegação, leva-me a fazer uma pausa na minha procura e a dar uma mão (olha aí a cacofonia...), um pezinho (de dança), uma ajudinha para encontrar aquele que era suposto já nos ter encarnado a todos, fosse lá de encarnado, de dourado, ou — por que não? — de azul.  

Foi hoje de manhã. Caminhando motorizada rumo aos braços da minha mãe, pela estrada fora, bem sozinha, foi via rádio que me chegou o espírito, adentrando-se por meu boi adentro, invadindo todo o habitáculo, e também os meus tímpanos. E eu, olhem, deixei. Trinei. Repuxei das pontas das minhas cordas, e deu-se a simbiálise Espírito-Nataleiro-Linda-Blue.
Espero que gostem. Fomos acompanhados em contrabaixo pelo motor, que também esteve muito bem.


Já somos estes todos: um, dois, três, quatro, cinco. E seis, claro.

Vem, e traz um amigo também.

6 comentários:

  1. Feliz Natal, Linda Blue! Estou totalmente imbuída do espírito! Aleluia! :DDDDDDDDDD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aleluia, irmã!
      Tive a secreta esperança de que aqueles trinados fossem a incorporação do espírito, mas agora que o confirmas, não me restam dúvidas! :D
      Feliz Natal, Palmier, e obrigada!

      Eliminar
  2. Feliz Natal!
    um beijinho
    Gábi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Feliz Natal, Gábi :)
      Um beijinho grande

      Eliminar
  3. Sempre na "onda", Azulinha!

    Beijocas e Boas Festas! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tu chamas-me uns nomes tão giros, Mary :)

      Boas Festas, querida. Beijocas :)

      Eliminar