16/03/2015

Anatidaeofobia - quá-quá

A Wiki-aquela-fonte-de-saber fornece-nos uma lista exaustiva das fobias conhecidas, ou identificadas. Se parte delas são do domínio comum, outra existe que parece tirada da cabeça do tonto da aldeia. Há para todos os gostos: até aquelas que sempre tivemos e não sabíamos que tínhamos – ou seja, com as quais passamos a conviver de hoje em diante – e ainda aquelas que, sabendo que tínhamos, passamos a designar de outra forma. 

Um pânico que tive e decidi deixar de ter (mas, na realidade, não deixei), que foi o dos aviões (de viajar dentro deles, não do pássaro de chapa propriamente dito. Ainda aqui hei-de desenvolver o fascínio que tinha em petiza pelas fardas das hospedeiras dos anos 70), afinal não se chama aerofobia (diz a Wiki que aerofobia é o medo de ventos, engolir ar ou aspirar substâncias tóxicas. Tipo os drogados, acrescento eu), mas antes aerodromofobia. Portanto, eu fui uma aerodromofóbica até há uns tempos atrás, e até continuo a ser, mas sem saber. 

Destaques-jumento para algumas fobias: 

Afobia - medo da falta de fobias (ou “Não tenho nada para fazer”, ou “I wish I had a life”, ou “Entre inventar uma merda que não existe e coçar a micose todo o dia, fico-me pela primeira, para justificar que não trabalho. Também posso sempre ingressar no mundo das drogas”). 

Estruminofobia - medo de morrer defecando (ou medo de morrer? Ou medo de defecar? Ou medo de se transformar na defecação propriamente dita? Pessoa: não há que ter medo. Morre lá em paz, se tens esse medo é porque já não és lá de grande utilidade aqui assim. E raciocina comigo: há sempre alguém que fica cá para limpar. Só não me ofereço). 

Estupofobia - medo de pessoas estúpidas (este sinto-o com uma premência que me estupidifica).

Fronemofobia - medo de pensar (ser vivo: planta... não penses mais nisso. Facilita). 

Quase todas as fobias iniciadas pela letra G (vá-se lá perceber o fenómeno).


Destaques-mistério para as fobias: 

Liticafobia - medo de processos (civil). Não entendi a selecção pelo âmbito do processo. E o processo penal? E o processo administrativo? E o processo fiscal? Tadinhos.

Octofobia - medo do numero 8 – pronto, calhou a este. Por ser parecido com uma matrioska? Com uma barbapapa? Ah, porque sim. 


Top of the hits para: 

Anatidaefobia - medo de ser observado por patos. É o que está lá escrito. Medo. De. Ser. Observado. Por. Patos. Não sei o que dizer. Estou sem palavras. Patos. Quá-quá. Ser. De. Medo. Observado. Por.

16 comentários:

  1. Falta a 'estereofobia' que será uma fobia dupla :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deve estar lá para a lista da Wiki, eu só seleccionei as mais wtf :)

      Eliminar
    2. És tramada!!! ;-)

      Eliminar
    3. Eu, não...
      Os outros é que têm as fobias mais abstrôncias e a tramada sou eu? Tamãe...
      :D

      Eliminar
  2. Hahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaahah
    Eu tenho medo da minha sogra!
    GRANDA POST MIÚDA!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E não há uma in-horreis-conderenturfobia que te possa valer? :D
      Obrigada, menina.
      Vou-te dizer, hoje entrei em vazio mental, já ouviste falar? Em que sentes necessidade de escrever e não te sai nada de jeito? Era assim que eu estava. Há quem diga que, nesses dias, se deve parar e pousar a pluma. Mas isso não serve a fervilhantes. Tu sabes :)

      Eliminar
  3. O meu coração balança entre quem sofre de estruminofobia e quem sofre de liticafobia. <3
    As pessoas que têm medo de morrer a obrar num trono produzido pela Rocca (as das outras marcas que se lixem) serão sempre dignas do meu respeito e admiração. :P
    E quem sofra de liticafobia é o meu novo ídolo … sempre odiei direito, por isso ter medo a um código em particular e não um pânico generalizado a tudo o que envolva ler artigos, alíneas e “coisas” que estão subentendidas no espírito da lei … teria sido espectacular nos tempos de faculdade. ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Morrer em situação de cagadela deve ser um aborrecimento :D
      Antes morrer de amores (carnais) :$

      Continuo sem perceber porquê o medo ao processo civil :D
      O processo penal não deveria ser muito mais tenebroso, pelo menos se visto na óptica do arguido?
      (São fobias, nada racionalizado...)

      Eliminar
  4. Já conhecia, porque uma vez dediquei-me a ler essa lista. Sofro de estupofobia. :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também sofro horrores :P
      Mas sofro tanto e de tal maneira que, um destes dias, estupidifico mesmo :D
      E depois passo a ter fobia a mim mesma.
      E crio a p. de uma nova fobia: a fobia a mim mesma :)

      Eliminar
  5. Não devia, mas algumas fobias fizeram-me rir, como a de ter medo de ser observada por patos :)))) shame on me

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deixa lá, são tão cómicas que grande parte delas não devem ter adeptos.
      :)

      Eliminar
  6. Por patos, entenda-se, velhos babões que não conseguem articular 1 palavra que se percebe e quando abrem a boca só se ouve "Qua" :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu queria explicar-te o que me aconteceu quando li este teu comentário :D
      Estava num semáforo, junto à bomba da bp da Estrada da Luz. Comecei a rir-me aí, até chegar ao meu destino, junto à loja do cidadão, o q ainda incluiu mais dois semáforos. Houve quem reparasse, do lado de fora. Não foi bonito. Eu tenho uma imagem a defender.
      Que coisa tão subliminar! :D

      Eliminar
    2. Estou preocupado com a tua segurança. Não deves consultar o telemóvel enquanto conduzes. Depois as pessoas dizem que as mulheres são um perigo ao volante :P

      Eliminar
    3. Não te preocupes. Faço-o, basicamente, em duas situações: nos sinais vermelhos e em rectas, na autoestrada :P
      Mais gradjicida, viu?
      (A sério: um senhor, numa paragem do autocarro, enquanto um dos semáforos esteve vermelho, de boca aberta, a ver uma senhora idosa a perder o juízo, sozinha, dentro do carro :D)

      Eliminar