24/03/2015

Alegoria do bichano mijão

Era uma vez um gato.
Como todos os gatos, marcava território, em todos os cantinhos da casa. Todos.
Ia a um cantinho, fazia uma mijinha. Ia a outro cantinho, outra mijinha. Depois mais outro, mais outra. E, assim, sucessivamente.
A dona do gato, pacientemente, ia limpar as mijinhas do gato, à medida que o gato as fazia, nos cantinhos todos da casa. E o gato voltava a ir aos cantinhos todos da casa, e fazia uma mijinha em cada cantinho.
Mesmo que a dona do gato criasse cantinhos diferentes, dentro de casa, o gato ia lá e mijava-lhe os cantinhos novos. Todos.
A dona do gato pensou em pôr o gato fora de casa, deixando de o tratar bem. Porém, não o maltratava, por ser uma senhora muito bem educada e amantíssima dos animais, vegetais, cereais e todas as coisas vivas que tais.
Mas o gato não se importou com a diferença de tratamento, não pareceu sequer ter dado por ela, e permaneceu - mijando-lhe todos os cantinhos da casa.

- Fim - 

9 comentários:

  1. isso parece mais um cão...

    bj doce

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também dá, isto é uma alegoria :)
      Estou mais habituada a lidar com gatos, daí a escolha.

      Bj

      Eliminar
  2. Eu conheço um cão que vai fazer a sua mijinha, nos cortinados (Ralph Lauren - atenção ao pormenor) do quarto da dona. E todos os fins de semana, os cortinados são lavados (há já uma técnica aperfeiçoada para não retirar os mesmos do varão). E durante a semana, lá vai o cão, deixar a mijinha. E a sua dona, vai lá, esfrega-lhe o focinho na mijinha já seca e mal cheirosa, diz em voz ameaçadora "aqui não", e o cão, encolhe-se por segundos, orelhas e rabo escondidos, e vai à sua vida, até se lembrar de largar nova mijinha, no mesmo sítio, os Ralph Lauren da dona, que daí a dias ela terá de lavar. Fim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha, mas eu compreendo e apoio esse cão. Eu própria, diante de uns Ralph Lauren, era capaz de me dar uma vontadinha irreprimível, só com os nervos. Capaz de ele saber ler a barra da etiqueta.
      Ou então, está a perceber o recado ao contrário. Os donos que experimentem um "Piloto, por obséquio, o menino urine aqui, sem defecar!", a ver se, assim, resulta...

      Eliminar
  3. Hummm... Vou já experimentar esta noite. E vou tentar fazer essa entoação à "tia". Juro que vou. Os cortinados são lindos de morrer, um destes dias faço um post sobre a mijinha, e coloco a foto, para veres o quão lindos que são. Comprei na altura das vacas gordas, sabes? E tenho uns olhos daqueles clínicos, só gosto do caro. E depois olha, foi-se a ver, e uns meses depois havia cópias dos ditos no ikea. Uma frustração. E o raio do cão, que não é Piloto, é Schummi - achas que fica bem, este nome, com essa entoação ? "schummi, venha cá, que a doninha tem uma coisa para lhe dizer...está a ver aqui os Ralph? custaram-me os olhos da cara, que a terra ha-de comer, ou o fogo ha-de cremar, que aqui a dona ainda não se decidiu sobre essa questão, tá a ver?, e prontes, dizia eu, o querido não mijá aqui, tá a ouvir. Ouça... a doninha não está a brincar, tá a ver? - Comé LP? Parece-te boa a estratégia? ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai korror, o blogger até me veda os comentários, obriga-me a reescrevê-los, e depois publica tudo, pareço bêbada!

      Ah, são teus, os RL? Isso muda tudo.
      Bom, de duas, uma: ou vais com esse discurso, que está perfeito, com a tal entoação imensamente caturreira, ou calças o xinato, pões a mão na anca e distratas o animal, à Galinheiras.
      (Um dia conto-te como é que acabei com a fralda da noite a uma pessoa, que tinha quase 4 anos e não se decidia)

      Eliminar
  4. É uma alegria esta alegoria ;-)

    ResponderEliminar