24/03/2015

A história da chave não está fechada.

A chave não era de ouro.

Ando com saudades (minhas) deles: do Carlos Eduardo e da Maria Eduarda.
Apesar de ambos serem moradores em Chelas, o rapaz havia nascido na Maia, mas eu não cheguei a referir isso. Ela, de alguma intrincada maneira, também. 

E quem melhor do que uma mulher do norte, carago, para continuar a saga dos maiatos (não foi fácil lá chegar, mas é a designação correcta, tá?)?

Sister V., chamada à tecla, para o Capítulo XI!

Trailer - Palmier Encoberto
Prólogo - Xilre
Capítulo I - Calma com o andor
Capítulo II - Dúvidas Cor de Rosa
Capítulo III - A Mais Picante
Capítulo IV - Mirone
Capítulo V - Pasme-se quem puder
Capítulo VI - A Uva Passa
Capítulo VII - Kiss and Make Up
Capítulo VIII - Amor Autista
Capítulo IX - Talqualmenteoutro 

5 comentários:

  1. Não vai ser bonito ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por saber isso, é que me lembrei de ti ;)

      Eliminar
  2. Não posso comentar. Saí de casa, fechei a porta e deixei a chave lá dentro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espera. O que estás a fazer é, então...?

      Eliminar
    2. Um não comentário ;-)

      Eliminar