05/07/2016

Chá de porco

Entrei ali só para trocar dinheiro. Preciso de moedas, que se me somem nos fundilhos da minha generosidade e da minha patetice. Espero a minha vez na fila, composta por gentes de urgentes cafeínas, que a minha pode esperar e, mesmo que não, não teria outro remédio. Quase lá, a senhora que está à minha frente pede um panadinho.
- De quê? - Pergunta a funcionária. Mas a resposta surge em forma de complemento do pedido:
- Também queria um chá.
A outra repete a pergunta:
- De quê?
- De que é que tem?
- Porco, frango e peixe.
Não lhes dei sequer tempo de desfazer a troca. As minhas gargalhadas trovoaram pela sala acima, contaminando o ambiente, contagiando as gentes.
Chá de porco. Uma ideia a reter, quem sabe um nicho. Santo bicho.

6 comentários:

  1. Acabei de ler sobre um verniz com sabor a...churrasco!!! Usa-se uma vez, dura até cinco dias, e... pode-se comer!
    Como vês, nada de estranho, O chá de porco!

    Beijocas, Lindona :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai, que maravilha. Eu, que gosto tanto de leitãozinho da Bairrada, roía-as até ao sabugo!

      Beijocas, Marioca :)

      Eliminar
  2. ...de peixe deve ser mais saudável...

    :)

    ResponderEliminar
  3. Chazinho de peixe com um panado de tilia, nem inaginas o bem q faz :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hahahaha, que ideia tão Shark Tank :D

      Eliminar