18/07/2017

iPhostes

Aí vai disto para a enorme superfície, em busca de alguém que me pudesse fornecer ajuda naquilo do coiso. A Phone House* eclipsou-se dali, ou então eu não a procurei nos bolsos. Entrei na Worten Mobile*, mas a senhora que me atendeu disse que não me podia cortar o cartão para o tamanho nano, pois arriscava-se a cortar-me o chip. Não é que eu me importasse, mas lá me esbandeei para outras bandas.
Fui para a ZON*, mas estava quase na bicha quando me lembrei que cá no lar nós somos NOS*, passe o quase pleonasmo.
Na NOS*, a senhora disse-me que não me podia fornecer um cartão novo, porque eu não sou a titular do pacote. (Isso julga ela. Esse e o meu nariz, são meus de propriedade plena.) Questionei, incrédula, qual a motivação da política da empresa, uma vez que o número me pertence. Disse que não sabia. Insisti que queria perceber. Alvitrou que podia ser porque já tiveram chatices com clientes que vão levantar um cartão novo para o esposo, em situações de casais desavindos, e depois ele fica com o telemóvel bloqueado. Assim, tal e qual: para o esposo (...) e depois ele fica com o telemóvel bloqueado. Parece que só as mulheres têm caco para fazer uma partida dessas. Somos grandes, nem que seja para a patifaria.
Desbloqueou-me ela a situação quando contra-argumentei que a inversa também se pode dar: o titular do pacote ir buscar o cartão da esposa e depois ela fica com o telemóvel bloqueado.
Aconselhou-me a meter os contactos todos na cloud. E depois dizem uma coisa destas a uma senhora da minha idade e acham que nos chega uma mensagem ao cérebro que não seja a literal: com o céu que cobre hoje Lisboa, mandava aquilo tudo lá para a nuvem que ela sugeriu e depois via-me desgraçada para provocar a trovoada que mos devolvesse para o telefone novo. Cá quieta.
Avisou-me então que, caso não o fizesse, ficaria sem agenda. Parece que o procedimento a rasga em niquinhos.
- Olhe, até me dá jeito. Metade dos que lá estão vão já fora: "Este nunca lhe telefono"; "Este não sei quem é"; "Este já morreu"; "Este já devia ter morrido".
Ela riu-se, mas pode ter sido dos nervos.

Tenaz argumentação de LB - 2; Frágil argumentação da loja de telefones - 0

* NMPPI


2 comentários:

  1. Já agora, no caso de ainda não teres efectuado este passo, é aconselhável que o faças:
    https://support.apple.com/kb/PH2700?locale=pt_PT&viewlocale=pt_BR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda não, mas é agora!
      Obrigada, Lulu

      Eliminar